25 de nov de 2009

Qual o real valor das coisas? Não de objetos, meros objetos, mas sim, tudo aquilo que você construiu, como o amor, o carinho de algumas pessoas?
Quem são seus verdadeiros amigos?
E quanto deles são apenas fantoches de uma amizade fantasiosa?
Quantos ficarão?
Menos ou mais? Menos e mais? Menos?
O não se sentir amada é muito triste. Assim mesmo...por estar sentindo...e não pelo desejo de ser vítima.
Dessa necessidade não quero precisar mais.

2 comentários:

Roberta Valentim disse...

o amor sempre será presente ou um presente, mesmo que não presente. amo!

Tita disse...

=)