16 de mar de 2011

inchaço


Às vezes, quem não se sente super inchado? Braços e pernas pesadas, a barriga como se tivesse um balão por dentro... Eu penso logo: devo estar retendo líquido demais. Vi que na edição da revista Boa Forma deste mês, ela fala sobre o assunto. Coloquei aqui as dicas e curiosidades que podem nos ajudar a “secar”:

1. Beba chá amarelo
Um estudo japonês revelou que o chá amarelo é riquíssimo em ácido gálico – três vezes mais que o verde e oito que o branco. “Esse componente protege o fígado dos efeitos nocivos das toxinas, geralmente presentes na poluição e até em alguns alimentos”, explica Ana Luísa Faller, nutricionista funcional da Soul Nutrition Consultoria em Nutrição, do Rio de Janeiro. Além disso, o ácido gálico estimula a produção de enzimas hepáticas, que mantêm as substâncias inimigas longe. Com isso, combate a retenção de líquidos e facilita a perda de peso.

2. Tire o saleiro da mesa
Manter o saleiro longe da mesa na hora das refeições ajuda você a não abusar do sódio, que é uma das causas da retenção de líquidos. Para que a comida não fique sem graça, substitua o sal por limão e ervas como orégano, manjericão e hortelã.

3. Aposte no chá de hibisco
O chá de hibisco estimula a queima de gordura corporal, facilita a digestão, regulariza o intestino e combate a retenção de líquido. Além disso, não é amargo: tem sabor parecido com o da framboesa!

4. Mexa-se durante o dia
Se você passa muito tempo sentada, levante-se a cada hora e dê uma volta – vale abastecer a garrafinha de água durante o passeio. Na cadeira, suba e desça os calcanhares mantendo a ponta dos pés no chão e gire os tornozelos.

5. Invista na ginástica
Os exercícios físicos também são ótimos aliados na luta contra o inchaço. A malhação estimula a circulação e o fluxo de líquidos e nutrientes pelo corpo, o que evita a formação de edemas.

6. Que tal uma autodrenagem?


Todo mundo já sabe que a drenagem é uma ótima arma para combater a retenção de líquidos, certo? Mas, se você não pode investir nesse método por enquanto, que tal apostar na autodrenagem? Confira o passo a passo:
1. Sentada, deslize algumas vezes as mãos umedecidas em creme do tornozelo até o joelho.
2. Em pé, repita várias vezes o mesmo movimento do joelho até a virilha, dando atenção especial à parte interna da coxa.
3. Com um braço estendido à frente, escorregue a mão oposta aberta desde o cotovelo até a axila, passando por toda a circunferência do braço.
4. Deslize as mãos (uma sobre a outra) fazendo círculos pequenos em sentido horário em torno do umbigo. Faça a massagem após o banho.

7. Água: aliada poderosa
Não é à toa que os especialistas recomendam o consumo de, no mínimo, 2 litros de água por dia: na quantidade certa, ela mantém a hidratação, garante seu organismo em pleno funcionamento e combate a retenção de líquidos. Quanto mais água você bebe, maior o volume de sangue. Com isso, as células ficam mais irrigadas e o organismo não retém sódio.

8. Alimentos que desincham

Uma alimentação equilibrada é ideal para manter a saúde e a forma em dia. No entanto, existem alguns alimentos específicos que podem ajudar você a afinar e desinchar, acabando com a retenção de líquidos. Seguem alguns deles:

Cereais, frutas e folhas frescas, suplementos e ervas secas- A nutricionista Lucyanna Kalluf explica que essa turma é importante na recuperação do seu organismo (e das medidas da cintura) depois de um dia de exageros à mesa

Arroz integral- Contém fitoquímicos (orizanol e fitoesteróis) que tem o poder reduzir a absorção da gordura pelo organismo. Também é rico em fibras, que fazem a faxina do intestino.

Farelo de aveia- Tem betaglucanas, substâncias que estimulam o organismo a absorver menos a gordura vinda dos alimentos. Suas fibras melhoram o trânsito intestinal, contribuindo para limpar o intestino, além de prolongar a sensação de saciedade.

Alface- Carrega substâncias (clorofila + flavonoides) que, combinadas, contribuem para diminuir o excesso de líquido, o que faz desinchar.

Couve- Entre vários nutrientes importantes, tem alto teor de clorofila, substância que ajuda a limpar o organismo, especialmente o intestino. Esse nutriente ainda protege o fígado dos efeitos nocivos das bebidas alcoólicas.

Cenoura- A combinação de vitaminas desse legume estimula o metabolismo que costuma ficar mais lento depois de um processo de digestão difícil. Ainda carrega dois minerais, silício e potássio, que trabalham juntos na eliminação do excesso de líquido no organismo.

Abacaxi- A enzima bromelina presente na fruta facilita a digestão dos alimentos ricos em proteína (carne, peixe, frango). E suas fibras aumentam a saciedade.

Melancia- Carregada de fibras e água, desincha e limpa o organismo. Para oferecer um efeito diurético ainda mais eficiente, você pode bater a fruta com as sementes e coar o suco.

Kiwi- Rico em clorofila (e por isso que, mesmo madura, a fruta tem cor verde), limpa o organismo. Os minerais que ele carrega (cálcio, magnésio, potássio) diminuem o inchaço e as fibras estimulam o intestino.

Mel- Rico em frutose, equilibra o pH do sangue e os níveis de açúcar. E, como diminui o desejo de doce, no dia da dieta ajuda você a esquecer o pavê de chocolate que sobrou da festa.

Cavalinha e hibisco- Facilitam a digestão, desincham e têm efeito levemente laxante, especialmente o hibisco. A cavalinha ainda repõe potássio e silício, minerais importantes para a recuperação do organismo que trabalha em dobro quando você come mais do que o normal.

Camomila e melissa- Contêm substâncias (o flavonoide apigenina, na camomila, e óleos essenciais, na melissa) com efeito relaxante, proporcionando uma boa noite de sono.

Levedo de cerveja- Rico em vitaminas do complexo B e minerais (cálcio, cobre, cromo, magnésio, potássio, selênio, silício e zinco), diminui a absorção do açúcar. Além disso, facilita a recuperação do fígado, que fica especialmente sobrecarregado nos dias de comilança.

imagens: google

Nenhum comentário: